<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8349285545034843742\x26blogName\x3dDicopomorpha+Echmepterygis+na+Web\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://dicopomorphaechmepterygisnaweb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://dicopomorphaechmepterygisnaweb.blogspot.com/\x26vt\x3d6235309529582645027', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>


Dicopomorpha Echmepterygis na Web

A Dicopomorpha Echmepterygis é o inseto mais pequeno do mundo, com um tamanho que não ultrapassa os 139 µm de comprimento. E nós resolvemos apontar quatro câmaras a algumas destas vespas e disponibilizar as imagens na Internet.

Isto foi uma ação estúpida? Ah, e o Público começar a transmitir na net imagens de morcegos e de grifos foi de uma inteligência do caraças! Vai-te catar, ó meu menino! Se quisermos dar uma de ecológicos damos e pronto!

Portanto, vamos lá a acompanhar a vida destas adoráveis bichinhas, sim? Se tiver dificuldade em visualizá-las, não se esqueça de que elas são mesmo pequeninas, certo? Não comece a imaginar coisas, tipo... que aquelas imagens são um enorme embuste, ou algo do género...

Sobre a Dicopomorpha Echmepterygis

A Dicopomorpha Echmepterygis é uma vespa da família Mymaridae, sub-ordem Apocrita, sub-família Chalcidoidea, do género Dicopomorpha. Caracterizam-se por serem menores do que um paramecium unicelular e sensivelmente do mesmo tamanho do Marques Mendes.

São cegas e não possuem asas, como se já não bastasse terem nomes bastante parvos e serem feias como breu.

Os machos praticam o amor com suas fêmeas dentro do ovo do hospedeiro e morrem em seguida. Modos de vida similares podem ser encontrados em indivíduos da família de vespas Trichogrammatidae, também da sub-família Chalcidoidea, e em diversos velhos multimilionários e sortudos.